domingo, 22 de março de 2009

Música.

video

Dia 11 de dezembro de 2008, eu perdi meu avô pro câncer. Um dia depois disso, eu não me motivava a nada. Daí conversando com minha amiga, decidi que eu tinha que fazer a minha vida valer a pena. Meu avô não era a pessoa mais simpatica do mundo e era muito cabeça dura, ele trabalhou muito e não usufruiu muito. Quando ele se foi, percebi que a vida era muito pra ser vivida sem gozo completo. Tomei uma decisão: quero ser melhor do que eu já fui até agora. Nesta época, eu me sentia feia e sozinha, daí resolvi tomar a decisão mais importante da minha vida: Me amar. Comecei minha R.A no dia 17 de dezembro, inclusive com a abertura do blog com o post "e quem disse que a vida é fácil pra alguém?" Dias depois, dia 25 de dezembro, estava novamente desmotivada. Imagine alguém que pensa que não tem muita coisa pra comemorar, ter um dia especial pra agradecer? Estava meio revoltada na época, eu não queria muita conversa com o mundo, nem com Deus. Até que ouvi essa música. E se não foi Deus que colocou ela no meu coração, eu não sei o que poderia ser. Hoje, tenho novamente plena convicção que Deus rege todos os meus passos. Aquele natal foi triste pra mim, mas eu tive a chance de um novo recomeço dia 1 de janeiro. Todos os dias eu ouço essa música. Todos os dias eu reflito na letra dela e penso " Eu fui desafiada a me levantar do chão". E me levantei. Eu decidi não desistir. Acredite, esta é a decisão mais importante da sua vida, prosseguir. Nunca desista antes de alcançar seus objetivos, te desafio a levantar do chão também. Seja seu desafio qual for, vencer uma doença, chegar a um certo quilo, passar num concurso, se declarar pra alguém, enfim... Chaplin já disse um dia, a vida é MUITO para ser insignificante.

letra traduzida da música:

Bem-vindo ao Planeta
Bem-vindo à existência
Todo mundo está aqui
Todo mundo está aqui
Todo mundo está te olhando agora
Todo mundo está te esperando agora
O que acontece depois?
O que acontece depois?

Eu te desafio a se mexer
Eu te desafio a se mexer
Eu te desafio a se levantar do chão
Eu te desafio a se mexer
Como se o 'hoje' nunca tivesse acontecido
O 'hoje' nunca aconteceu antes

Bem-vinda ao 'efeito colateral'
Bem-vinda à resistência
Redencao está aqui
Redencao está aqui
Entre quem você é e quem poderia ser
Entre como isso é e como deveria ser

Talvez a redenção tenha histórias pra contar
Talvez o perdão está onde você caiu
Pra onde você pode escapar de você mesmo?
Pra onde você vai?
Pra onde você vai?
Salvação está aqui

Beijos, um bom domingo!

7 comentários:

Aline Satiko disse...

Muito legal sua história e parabéns por ter dado a volta por cima!!!
Vc já é uma vencedora!
bjkas e ótimo domingo! e ótima semana!

Luciana Kotaka disse...

Oi amiga, é isso mesmo, tem quedar a volta por cima e continuar sua caminhada.
Cada um tem o livre arbítrio, e escolhe os caminhos a serem trilhados. Mil beijinhos carinhosos

Sibele disse...

Olá, Flor!Nossa sei como você se sente, o meu texto do blog de hoje, que já comecei a escrever, mas vou publicar no fim do dia, tem muito a ver com isso o que tu disse.Pois é a vida é feita de escolhas, temos todos os dias que fazer escolhas, mesmo sem ter a menor noção muitas vezes de onde elas irão nos levar. Canso de ver gente reclamando da vida, que ela é injusta, que nada conspira a favor, mas dai me pergunto e o que essas pessoas fazem pra mudar além de reclamar? Nada, elas simplesmente não fazem nada.Só reclama e cruzam os braços só isso.
Lamentável né.Então por isso nós temos uqe ser diferentes lutar até o fim, ir em busca dakilo que acreditamso e ser feliz sempre.Porque amanhã tavlez seja tarde demais.
Cuide-se!
Beijos
*P.S.:Tens msn?O meu é sibele_z@hotmail.com
Me add se kiseres!

Sibele disse...

Poxa, amiga!Pra fazer uma cadeira optativa tem que pagar?!Que horror ainda bem que aki não é assim é tudo de grátis, hihihi!
Qual é o nome dessa música?As letrinhas no video são muito pequenas.
Beijos

Camila Vila Nova Wanderley disse...

Oii
adorei a musica, me emocionei bastante.
Muito lindo o seu post, moça!

beijo bem grande!

Cris Galvão disse...

Sei exatamente o que vc sentiu, pois senti a mesma coisa quando meu pai se foi há 4 anos.
Meu pai foi um home muito correto, muito honesto e viveu somente para a família. Mas ele era muito "fechadão" e por muito tempo eu achei que ele não gostava de mim. Quando eu engravidei e fui abandonada pelo pai da minha filha, o meu pai se mostrou um super pai e me ajudou muito.
Ele morreu meio que de repente; tinha 72 anos e uma saúde perfeita, até que um dia teve uma crise de vesícula,e em 5 dias essa crise desenvolveu uma infecção generalizada e ele veio a falecer.
Na época fiquei revoltada tbm, questionei Deus... mas depois entendi que o meu pai já tinha cumprido a missão dele aqui.
Com a morte do meu pai pude ver de perto que a vida é curta demais e que um dia infelizmente não vamos mais estar aqui. Isso dá um certo medo, mas com isso tbm aprendi a me cuidar mais e a cuidar melhor da minha saúde.
A vida da gente é um eterno recomeço né; quantas e quantas vezes temos que nos levantar do chão e recomeçar.
Mas, é isso aí, o importante é jamais desistir, pois a vida é linda, preciosa e gostosa demais.

Bjs querida e uma semana linda, light e abençoada para você.

Renata / 21 anos / São Paulo disse...

Nossa...eu sei que não passei a mesma coisa...mas teve uma época que eu estava tão pra baixo que nem de casa eu queria sair pra ver minhas amigas...mas agora dei uma volta por cima..sei que tenho um grande caminho a percorrer..mas pelo menos já estou neste caminho...não estou mais perdida por ai!! Bjinhos e tenha uma ótima semana!